18 de abril de 2017

Pico das Prateleiras: formação rochosa particular do planalto do Itatiaia.

Vista do Pico das Agulhas Negras da caminhada para Prateleiras
Prateleiras e incontáveis fendas
Campo de boulders gigantesco
Num dos dias desse feriado subimos para as Prateleiras, na parte alta do Parque Nacional de Itatiaia.
A caminhada de aproximação e a logística da escalada ali é um pouco mais complexa do que outros lugares. Entretanto, a escalada em si, nas maioria das vias, é no estilo esportivo móvel: vias bem protegidas de no máximo duas enfiadas de corda.
Algumas exceções devem existir, mas eu destacaria as Prateleiras pela quantidade de fendas perfeitas para proteção natural. Isso ocorre em todo o PNI e faz daquele lugar um privilégio para os amantes da escalada natural, com proteções móveis, em bicos de pedra, colunas, e com o mínimo uso, ou a eliminação completa, de proteções fixas. Esse estilo deve ser preservado, e ainda bem que a comunidade local e os frequentadores de fora estão mantendo isso vivo. Vejam o filme Chapaless (clique aqui)!! Ele aborda a questão da defesa do patrimônio que é o ambiente do planalto do Itatiaia e a relação com a escalada natural (clique aqui e acesse o Manifesto da Escalada Natural escrito por André Ilha).





Caos de blocos em encosta íngreme
Fomos subindo a via Sul e escalando algumas linhas. Uma delas que desde 2008 quando fiquei olhando para a linha na vontade de subir era a pedra do Elefante, quase chegando no cume das Prateleiras, antes do lance do "Pulo do Gato". No croqui estava escrito A0 III, em livre um 5sup?

Abraços a todos, "Frango".

Nenhum comentário:

Postar um comentário