25 de agosto de 2009

Moonwalk, mais entradas!

Josè Ricardo na virada do teto, em móvel!

Animal no super bote no teto:


Nesse final de semana, além da galera entrar na Xeque-mate, entraram na Moonwalk.
Moonwalk é uma via que abri a um mês e recebeu mais ascenções, confirmando a graduação.

Animal no crux!

Esse sábado entraram nela: Animal, Jú, Zé, Greg e Eu.
Todos confirmaram a graduação de 7a, uns passaram mais perrengue e outros passearam. Muito massa ver a galera entrando nas criações do jovem Frango (que sempre vai ter 14 anos) e elogiando, isso mostra que o trampo foi bem feito e assim fico muito feliz!

Eu, dando seg para o Zé!
Confiram o site do CUME: http://www.cume.org/
Abraços, André Funari.

23 de agosto de 2009

Mais um espanco!

Via que vai dar trabalho pra muito escalador:

Ontem fomos para o Cuscuzeiro experiementar mais uma conquista: a Xeque-mate.

Chegamos lá e o Rafa já tinha equipado até a sexta costura e desceu, falando que a via era um oitavo forte. Entrei em seguida e foi espanco, de chapa em chapa caindo. Via muito forte mesmo.

Em seguida o Zé entrou e foi até a quarta chapa, depois foi o Animal que isolou os lances e entrou de novo, indo até a 3 chapa. Por último foi o Greg, que também tomou uma lavada da via.

Resultado: todo mundo quebrado e com mais um desafio no Cusco, Xeque-mate!

Os palpites de grau ficaram entre o 8c e 9a...
Nenhum oitavo do Cuscuzeiro é mais forte que esta via, por isso ficou em 8c ou 9a...
Até o momento nenhuma cadena, vamos aguardar o FA... Que venha o escalador mascarado!

Abraços, André Funari.

21 de agosto de 2009

Chapeletas argentinas!






Chapeletas não custam menos que dez reais aqui no Brasil! Numa via com 8 chapas já são 80 reais! Que tal gastar apenas 20 reais??
Comprei umas chapeletas argentinas muito boas e baratas.
Preço: 2,50 reais, chapa+frete.
Resistência: 24 Kn.
Capacidade: 2 mosquetões.

Fiquei de cara quando as chapeletas chegaram. Realmente de ótima qualidade.
http://www.presasuh.com.ar/ é o site dos caras, olhem ai!

Farei um pedido em breve, se alguém quiser reservar algumas é só mandar um e-mail para: fun4ry@hotmail.com

Vantagens da chapeleta:
-Pequena e leve:
-Fácil de abandonar a via:
-A costura fica bonita, rsrsrs:
-Cabe dois mosquetões tranquilo:
- E dá pra comprar um monte, rsrsrs:

Abraços, André Funari.

16 de agosto de 2009

Xeque-mate - Nova rota no Cuscuzeiro

Furando o primeiro furo!


Hoje fui para o Cuscuzeiro com o parça Genja.


Abrimos, Rodrigo Genja e eu, uma nova rota no Cuscuzeiro, um antigo projeto que me conquistou. Toda vez que passava por ali olhava para o projeto e sonhava com uma via pronta. Falei para o Genja da linha e ele animou, fomos lá e fizemos um trampo rápido e bem feito. Foram 4 horas para abrir uma via completa!


Genja furando o terceiro furo!

Começamos conquistando de baixo e fomos subindo como dava. Mas no final da via a situação piorou e armamos um rapel no cume para bater as duas últimas chapas e a base.

Ficou irada, muito bonita! São 9 chapeletas no total, 7 Faders e mais 2 arredondadas na base! Todos os bolts expandiram numa das rochas mais duras do Cuscuzeiro!

Ela fica no caminho para o setor Distúrbios, ou via Carteirinha, em frente a um blocão.
A via está pronta, é só se divertir.

Veja mais um pouco em: http://www.enquantoissonaomuitolongedali.wordpress.com/


Abraços, André Funari.

12 de agosto de 2009

Conquistando vias de escalada- Parte 2

Boca do Sapo: muito potencial!





Pedi para que Rodrigo Genja, fizesse um texto contando o que ele gostaria de ver aqui na região. E aí está:



Conquistando - Por Rodrigo "Genja" Chinaglia

"A pedidos do Funari decidi escrever um pouco sobre as conquistas da região. O que é preciso falar sobre as conquistas atualmente na nossa região das cuestas. Quero evitar falar sobre o óbvio, não gosto de chover no molhado. Vou falar então sobre o que a região precisa: De vias novas. De vias para todos. De vários estilos. (De vias democráticas?) E por onde começar conquistando? Não é tão simples assim.


O ato de abrir uma via, por incrível que pareça, é a parte mais fácil da conquista. Pegar a base pronta de uma via, chegar ao cume de uma falésia por uma trilha que já existe, isso qualquer um pode fazer. É claro que não tira o mérito do conquistador, porém, o que a região precisa é de falésias novas, de picos novos, e conseqüentemente, de vias novas. Nossa região tem muito potencial, porém, não é toda e qualquer falésia que se tornará um novo point de escalada. Algumas terão problemas de acesso com donos elitistas e arrogantes, outros com senhores simples que não querem perder o sossego em suas terras nas quais viveram a vida toda. Há também as falésias cuja rocha é podre, ou simplesmente a natureza não favoreceu a escalada, criando grandes paredes lisas como uma parede de concreto alisada com colher de pedreiro, ou encheu seus tetos com enormes e voluptuosos cachos de abelhas européias. E isso já exclui muitas de nossas falésias em potencial. Porém, nosso potencial é realmente muito grande. Basta andar de carro pela estrada que liga São Pedro a Itaqueri da Serra, ou pelas estradas de Descalvado ou entre Analândia e Pirassununga.


Paredes na região, nenhuma via!



Num primeiro momento, o que seria mais importante e fomentaria ainda mais as conquistas, num cenário em longo prazo, seria criar um mapa de falésias em potencial. E em vez de ir numa falésia abrir uma via num final de semana, gastar o que se gastaria com bolts e chapas, e gastar em gasolina: rodar toda essa região com um mapa em mãos, e catalogar os possíveis locais em que se poderiam abrir vias. Um trabalho que demoraria meses, mas que faria-nos avançar anos, décadas. Ver pela estrada entre São Pedro e Itaqueri as pedras mais exuberantes, fazer a relação com um mapa e ir pessoalmente até o local, dar uma nota, para vários requisitos: Facilidade de acesso, potencial de vias, conforto (sol o dia todo, base plana, etc), presença de abelhas, dono tranqüilo ou encrenqueiro, enfim, preencher uma planilha para cada falésia. Fazer o mesmo nas falésias de Descalvado, Dourado, Itirapina, Analândia.

Para isso seria legal criar um GT para fazer essas incursões. O que não agradaria muitos escaladores, pois isso significaria perder um final de semana (ou até um dia do final de semana) de escalada. Fechar um carro com 4 escaladores (talvez quanto mais escaladores, menor a subjetividade da qualificação da falésia). Uma vez terminado esse processo de levantamento e catalogação dos picos potenciais, aí sim, seria hora de começar a botar a mão na massa. Cruzando os dados de distancia x potencial, escolher quais seriam os mais indicados para se começar a abrir as vias.


Outra coisa que a região precisa é de um grande encontro regional para discutir as normas das conquistas. Nossa região é muito particular, e há algumas questões que precisam ser discutidas, como por exemplo: a conquista de um artificial num arenito: Furar buracos de cliff? Conheço arenitos em que isso não seria uma boa idéia. Bater pitons em fendas? Ha lugares em que seria perfeito, e outros, uma perda de tempo. Escalada em móvel em fendas podres, graus de exposição. GT para remoção de abelhas. É certo que cada um deve ter seu próprio estilo de conquista, porém, como é feito em vários parques como no Parque Estadual dos Tres Picos no RJ, há normas e diretrizes para conquista de novas vias. Buscando ouvir a voz dos escaladores que já conquistaram varias vias na região, e visando fomentar a conquista de novas, seria bom reunir todos estes escaladores num congresso, simpósio, para discutirmos as características da NOSSA região entre nós. Conversar e trocar experiências nunca é demais. Para aprendermos com as experiências de todos. Seria um grande passo para o montanhismo de São Carlos e região."


Rodrigo Genja felizão em mais uma conquista:





Abraços, André Funari!

10 de agosto de 2009

Conquista Montanhismo fabrica ferragens!

Recebi hoje um e-mail dizendo que a Conquista Montanhismo começou a fabricar e, em breve, vai disponibilizar nas lojas algumas ferragens.
Uma ótima noticia, não?
Os equipamentos são todos certificados pela UIAA e CE, o que conta vários pontos!


Clique e veja os produtos mais de perto:



Parabéns Conquista! Mais uma vez mostrando que apoia nossas escaladas.

Abraços, André Funari.

2 de agosto de 2009

FA e croqui da via Moonwalk

Essa quinta, junto com Russo, fiz o FA da via. Alucinante!
Alguns detalhes:

-Entre a primeira e segunda chapeleta vai um friend pequeno (micro)

-No teto vão friends médios.

-Não vá reto no teto, proteja os friends e vá para a direita, seguindo a linha do croqui.

-Rapele de sapatilha, pois terá que passar por um cactu, com a sapata é de boa!

O croqui:



Abraços, Funari.